segunda-feira, 5 de junho de 2017

Sindicato dos Radialistas no estado de São Paulo realiza assembleia para eleição de delegados ao congresso estadual da categoria no próximo sábado (10)

Assembleia será realizada no plenário Toninho Colla, no Sindicato dos Radialistas 
no Bixiga, em São Paulo

No próximo sábado (9/06).às 9h da manhã o Sindicato dos Radialistas no estado de São Paulo realiza assembleia geral e extraordinária para eleger delegados ao 10º congresso estadual da categoria, que deverá ser realizada nos dias 21, 22 e 23 de julho.

É uma assembleia destinada aos trabalhadores sindicalizados da entidade. Se você tiver interesse em participar pode ficar sócio aqui. Os trabalhadores sindicalizados do interior também poderão participar, bastando para isso procurar o representante do sindicato para combinar o transporte.

Os congressos da categoria dos trabalhadores é sua estância máxima, sendo ele estadual ou nacional. É como se fosse a "assembleia das assembleias". Nela os delegados, eleitos pelos trabalhadores sindicalizados em assembleia, se reúnem na data do congresso para discutir, debater e entender os desafios que aparecem para a categoria. É nele que são traçados os planos de luta, em defesa e de conquista de novos direitos. 

Temas como "Conjuntura Nacional e Internacional, 
Previdência Social e o Trabalhador do Futuro", "Quais os impactos para a classe trabalhadora com as mudanças da CLT? e Qual o Papel da Mídia?", serão abordados. As discussões temáticas ajudam na compreensão de situações que inter-relacionam a classe dos trabalhadores com o trabalho e a sociedade em que vivem.

Diversas propostas deverão ser apresentadas, discutidas e votadas, que irão guiar a direção do sindicato, como instrumento de luta e defesa dos trabalhadores, nos desafios que são apresentados aos radialistas. Toda essa discussão tem a ver a organização tática e estratégica, que a categoria deve implementar para defender seus interesses.

Nos últimos tempos a classe trabalhadora tem sofrido enormes ataques por parte dos patrões, em todas as frentes. Desde o não cumprimento das Leis trabalhistas, o assédio moral, até demissões em massa sem cumprimento de direitos conquistados. 


Nos últimos meses os patrões, através de seus representantes invadiram o congresso nacional com uma pauta que atendem seus interesses e revela ser um claro ataque aos trabalhadores. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário