segunda-feira, 23 de agosto de 2010

História do Sindicato

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo foi fundado em 10/03/45 e reestruturado em 23/10/62, quando então fazia parte de sua categoria os trabalhadores publicitários.

Mais conhecido como Sindicato dos Radialistas, representa todos os trabalhadores que exercem funções regulamentadas, ou não, nas empresas de Rádio, TV e Produtoras de Áudio e Vídeo no Estado de São Paulo. Estima-se que há por volta de onze mil trabalhadores em sua base e com milhares de associados em sua entidade de classe.

Ao longo de sua história, os radialistas, através de seu sindicato, conquistou direitos históricos, como a regulamentação de mais de 90 funções, carga horária reduzida para diversas funções, a Hora Extra a 100% e o Adicional noturno a 25%. Percentuais acima da Consolidação das Leis do Trabalho.

Basicamente os trabalhadores radialistas são responsáveis por garantir que a informação e o entretenimento sejam produzidos e transmitidos com excelente qualidade técnica. Por isso a importância vital dos radialistas no funcionamento deste importante setor de comunicação.

Somente a organização e o comprometimento dos trabalhadores com o sindicato é que garantirá não só a manutenção dos direitos conquistados, bem como a conquista de novos.

A organização competente de nossa categoria passa por um sindicato classista, independente de patrões e governo e e autônomo financeiramente.  Somente com uma direção comprometida com esses princípios é que haverá um verdadeiro comprometimento com os interesses dos radialistas paulistas  e com a classe dos trabalhadores.